Fonoaudiologia e odontologia integradas

postado em: Blog | 0

dia-3As condições de saúde bucal e as funções de mastigar, deglutir, sugar, falar e respirar são inter-relacionadas: alterações na boca podem prejudicar essas ações e, no sentido contrário, funções inadequadas podem contribuir para o surgimento de problemas na boca e até mesmo em outros sistemas, como o respiratório e o cardiaco.

O atendimento multiprofissional integrado é hoje uma necessidade e uma realidade no âmbito da assistência à saúde. Assim, Odontologia e Fonoaudiologia se reforçam para proporcionar bem-estar e qualidade de vida aos pacientes.

A parceria dessas duas ciências é bem conhecida nos casos de maloclusão dentária com deglutição atípica ou respiração bucal, em que a atuação fonoaudiológica restabelece a função e proporciona estabilidade ao tratamento ortodôntico.

Essa atuação interdisciplinar também tem sido cada vez mais comum no diagnóstico e terapêutica dos casos de disfunção temporomandibular (DTM) e Dor Orofacial, nas situações em que o paciente apresenta dificuldade de adaptação a próteses dentárias e no pré e pós-operatório das cirurgias ortognáticas.

Devemos destacar ainda as situações de hospitalização e de internação domiciliar (regime de homecare), onde atuação do cirurgião-dentista contribui para a prevenção de pneumonias aspirativas. Com essa finalidade, a intervenção fonoaudiológica também contribui de forma decisiva, ao realizar o diagnóstico precoce das disfagias e intervir, quer seja por meio de terapia miofuncional, de bandagens elasticas kinesio, de encaminhamentos para aplicação de toxina botulínica, adequação da dieta junto ao nutricionista ou na decisão de nutrição via sonda.

Sobre disfagias, a atuação odontológica muito tem a contribuir, uma vez que alterações na quantidade e qualidade da saliva apresentam sinais e sintomas muito semelhantes aos das alterações de deglutição, o que aponta a importância de atuação de um cirurgião-dentista com experiência em avaliação salivar para o diagnóstico diferencial.

No contexto de Hospital e home care, é também muito frequente que a atuação do cirurgião-dentista seja solicitada pela fonoaudiologia, como nos casos em que se deseja remover a sonda e reintroduzir a dieta via oral e as próteses removíveis do paciente estão desadaptadas, muitas vezes devido à perda de peso excessiva. Nessas circunstâncias, podem ser confeccionadas novas próteses e, com muita frequência, readaptadas as antigas, por meio dos reembasamentos.

Na prática, a atuação integrada da Fonoaudiologia com a Odontologia traz benefícios amplos: para os profissionais de saúde, que atuam de forma mais segura e prazerosa; para os sistemas de saúde, que economizam custos e recursos; e, principalmente, para o conforto e qualidade de vida do paciente.

#DraCecíliaAguiar #MuitoAlémDosDentes #DentistaRN #Fonoaudiologia #Interdisciplinaridade #HomeCare #OdontologiaHospitalar #Saliva #Disfagia